Como lidar com Jovens. 10 Princípios. 2ª parte. Não jogue a Toalha.

Tempo de leitura: 8 minutos

Na primeira parte desse artigo eu apresentei 5 dos 10 Princípios de Como Lidar com Jovens.

  1. Lembrar que já foi Jovem!
  2. Lidar com o que o Jovem pode Ser e não com o que o Jovem É!
  3. Reconhecer a autoridade dos Jovens!
  4. Jovem quer sentir-se único, diferente e especial & ao mesmo tempo  ser aceito por todos.
  5. Jovem vive a Rave dos Hormônios.

Para mim, que preciso lidar com centenas de jovens ao mesmo tempo, são princípios úteis.

E  ainda mais úteis para lidar com a jovem dentro de casa (minha filha de 13 anos.)

Acredito que pode servir para você também, seja você um Humorista ou Educador.

Continuando a saga de Como Lidar Com Jovens, listo agora mais 5 princípios.

Se você ainda não leu a 1ª parte leia agora

COMO LIDAR COM JOVENS. 10 PRINCÍPIOS (1ª PARTE)

Mãos à obra!

 

6

Crise de identidade

 

Apesar de ser meio óbvio, mas também é meio óbvio que o óbvio precisa ser dito e redito.

Na juventude/puberdade muita coisa tá acontecendo em todas as dimensões do Ser. Hormonalmente, psiquicamente, sentimentalmente e por aí vai.

Então existe uma chance bem grande do jovem estar atravessando uma pequena ou imensa crise de identidade.

Para algumas coisas é novo demais e para outras coisas é velho demais. Para dirigir é novo, para jogar vídeo game é velho.

Uma mistura de saudade da infância com insegurança em relação ao futuro.

Necessitando imensamente de auto afirmação, que aliás, é a maior fonte de equívocos do jovem: suas estratégias de auto afirmação.

Ninguém quer se sentir por baixo e, muitas vezes, os recursos que os jovens usam para executar esse plano são inócuos e irritantes.

Para quem quer lidar bem com jovens é altamente recomendável saber que eles estão testando limites na busca de auto afirmação.

Isso acontece com jovens de todas as idades, inclusive alguns de 27, 45 ou 63 anos de idade.

Por falar em Teste de Limites, isso dá pano para a manga.

 

7

 

Teste de Limites

 

Uma parte considerável da imensa energia da Juventude é direcionada para Testar os Limites dos Adultos.

Professoras e professores são alvos naturais.

Já mencionei no item 3 dessa lista que os Jovens têm o Poder de Tirar Você do Sério.

E por que isso acontece?

Vou te contar uma pequena história.

Existiu um Rei chamado Girico.

Esse Rei tinha várias ideias. Suas ideias ficaram conhecidas como Ideias de Girico.

E o Jovens conhecem todas as ideias do Rei Girico.

Surge com frequência na cabeça do Jovem ocioso em casa às 16h30 o seguinte pensamento: amanhã eu vou para a escola só para tirar a professora do sério.

E quando eles percebem que a professora “levou para o pessoal” é um troféu para eles.

Não são todos, é claro, mas é uma quantidade que não passa despercebida.

Portanto, para lidar com jovens, é preciso desenvolver a capacidade de não levar nada para o pessoal.

Pois, não levar para o pessoal, é o troféu para o adulto.

8

 

O Grupo é mais importante do que a família

 

Aqui está um aspecto, que ainda me causa surpresa, que muitos adultos, e mesmo adultos educadores, custam a admitir e perceber.

Para o Jovem o Grupo, a Turma é mais importante do que a família ou qualquer outra autoridade adulta.

Mais importante no sentido de ser a principal referência deles de gostos e atitudes.

Em outras palavras: o Grupo é a maior autoridade para os Jovens.

Todo jovem tem um Grupo de Referência.

Pode ser um Grupo de Referência facilmente identificável como Punks, Emos ou Nerds.

Ou simplesmente o seu grupo de amigos e seus gostos, preferências e comportamentos.

Com algumas exceções mas, para o Jovem, não é Deus, nem o Governo, nem os pais, nem os “bons costumes” que ditam seus comportamentos.

Mas sim o que o Grupo de Referência pensa, sente, curte de música, filme e séries da Netflix.

Aliás é uma excelente pergunta para quem quer lidar com Jovens e quer cativá-los.

Qual é a sua série favorita na Netflix?

9

 

Questionamento em relação ao mundo

 

Não é difícil olhar para o mundo e pressentir que algo não está está indo muito bem. Ainda mais em nosso país.

É plenamente compreensível que seres com explosão hormonal, crise de identidade e tentando se auto afirmar questionem o “mundo dos adultos”.

Quando a gente percebe que a vida não é aquilo que nos contaram no jardim da infância. Que a vida não é colorir com a mão de tinta guache a folha sulfite.

Dói perceber que na vida tem gente que mente, gente que rouba , gente que mata e por aí vai.

É comum surgir nesse momento o desejo de mudar o mundo.

No meu ponto de vista é saudável e recomendável que jovens queiram mudar o mundo.

E é mais saudável e recomendável ainda que eles não consigam fazer isso, pelo menos aos 15 anos de idade.

 

Uma outra parte  da imensa energia da juventude é direcionada para resolver todos os problemas do mundo, de uma vez só, de uma vez por todas, em uma conversa na hora do intervalo comendo coxinha e bebendo Fanta Uva.

Enquanto isso não acontece (a mudança do mundo) é recomendável estudar para a próxima prova de Física.

 

10

 

Lidar de Igual para Igual

 

Lidar de igual para igual é a melhor forma que eu conheço de integrar e aplicar todos os princípios de uma vez só e de uma vez por todas.

Muito provavelmente você já deve ter lidado com jovens que estão inseguros, com baixa auto estima e sentem-se inferiores aos outros.

O contrário também deve ter acontecido, jovens, que pelos mais diversos motivos, sentem-se superiores a todos que os rodeiam, com um ar de prepotência e arrogância.

Não importa o caso, para mim a melhor forma que eu já encontrei de tratar jovens é de igual para igual.

E por que é a melhor forma que eu encontrei? Pois é a melhor forma pela qual eu fui tratado.

A combinação de consideração, respeito, compreensão e atenção expressos pelo velho e bom olhar nos olhos.

Simples assim!

Seja para encorajar e fortalecer a dignidade do jovem inseguro ou seja para desarmar o jovem pretensioso, o melhor remédio é tratar todos de forma igual.

Eu já fui fortalecido e desarmado. E isso me fez bem ao longo do tempo. Mesmo que eu não tenha percebido na hora.

A grande vantagem dos jovens em relação aos adultos é sua disposição natural e hormonal para a vida.

A grande vantagem de nós adultos em relação aos jovens é que nós já tivemos a idade deles e eles não tiveram a nossa.

E assim seguimos a vida interagindo em nossas eternas e imensas diferenças e isso nos torna todos iguais.

E nos faz lembrar da Dor do Belchior!

Perceber que ainda somos os mesmo e vivemos Como nossos Pais!


Eu expus 10 princípios, mas com certeza deve haver e há muitos outros.

Ficarei bem feliz de você colocar nos comentários outros princípios que você aplica no desafio de lidar com jovens.

E assim seguimos a vida: aprendendo uns com os outros.


OBSERVAÇÃO IMPORTANTE

Para aqueles momentos que você não conseguir aplicar nenhum princípio.

Aqueles momentos que o comportamento do Jovem te convida a você expressar o pior do seu ser.

Aplique o PRINCÍPIO BÔNUS!

Tenha sempre uma toalha de rosto com você, vá para o banheiro mais próximo, coloque a toalha entre os dentes e morda com toda a força do seu ser.

E volte para a vida, podendo contemplar de novo o azul do céu, o verde da grama e o canto dos pássaros.

Que esses 10 Princípios te auxiliem a ter um relacionamento melhor com os Jovens ao seu redor e com o Jovem dentro de você.


Como Lidar Com Jovens 10 Princípios

  1. Lembrar que já foi Jovem!
  2. Lidar com o que o Jovem Pode Ser e não com o que o Jovem é!
  3. Reconhecer a autoridade dos Jovens
  4. Jovem quer sentir-se único, diferente e especial & ao mesmo tempo ser aceito por todos!
  5. Jovem vive a Rave dos Hormônios.
  6. Crise de Identidade
  7. Teste de Limites
  8. O Grupo é mais importante do que a Família
  9. Questionamento em relação ao Mundo
  10. Lidar de Iguar para Igual

E se nada funcionar? Morda a Toalha! Mas não Jogue a Toalha. Seja Feliz!