O Papel do Coordenador Pedagógico? Do Band-Aid à Mudar a sua vida para sempre.

Tempo de leitura: 11 minutos

Desde 2008 que eu frequento salas (milhares de salas, para falar a verdade)  de coordenações pedagógicas e escolares. E tenho uma sincera dúvida existencial, afinal: Qual é o papel do coordenador pedagógico?

Se eu for somar a esses anos que eu frequento as salas de coordenação por motivos profissionais, os anos que eu frequentei por motivos escolares, ou seja, pelo meu nobre comportamento como aluno na sala de aula.

Acredito que eu passei um terço da minha vida dentro de salas de coordenação, com um pequeno detalhe: eu não sou professor e nem coordenador.

Sou apenas um humilde observador atento e privilegiado da (des)rotina desse nobre profissional…o coordenador pedagógico, que na maioria das vezes é UMA coordenadora pedagógica.

(peço que compreendam ao longo do artigo, todas as vezes que eu disser coordenador, coordenadora, ou coordenação, estou incluindo todos, independente de gênero).

Eu disse que sou um observador Atento e Privilegiado. Atento, pois é o PAPEL de UM HUMORISTA, ser atento. E privilegiado, pois eu posso observar atentamente todo o trabalho de um coordenador pedagógico sem ser um.

Sério! Para mim o próximo Presidente da República deveria ser alguém que atuou na coordenação pedagógica.

Deve ser um dos maiores mistérios da humanidade: Qual é o papel do Coordenador Pedagógico? Não sei como ainda não fizeram um Globo Repórter dos coordenadores.

Nesse artigo o meu desafio e esperança é que você coordenador ou coordenadorasinta-se melhor, bem melhor no seu intrigante papel.

Mas antes de fazer você sentir-se melhor, talvez eu faça você sentir-se pior. Mas no final tudo fará sentido. Veremos se consigo resolver seu problema de uma vez por todas.

Eu sei fazer o seu trabalho melhor do que você

A partir do momento que a pessoa assume a coordenação pedagógica, ela conhece uma outra figura, as pessoas que querem coordenar o coordenador.

Pois uma importante consideração a respeito do Papel da Coordenação Pedagógica é a de que você é que nem o Presidente da República, o Técnico da Seleção Brasileira e Síndico de Prédio. Todos ao seu redor acreditam que consegue fazer o seu trabalho melhor do que você.

Que ingrata função, se fizer certo, não fez mais que a obrigação. Se algo saiu errado, mesmo que seja do outro lado do planeta, a culpa é da coordenadora.

Ou seja, é a pessoa que está no lugar de levar a culpa, seja lá a culpa do que for e de quem for a hora que for.

Agora, se você souber aproveitar, tem pelo menos uma vantagem de saber que será criticado não importa o  quanto se esforce. Já que se fizer assim ou assado irão te criticar, faça as coisas da forma como você achar melhor, já que vai sofrer, que sofra por suas causas.

Interrompemos nossa Programação

Primeiro, como explicar para os conjugues, filhos, parentes, vizinhos e amigos Qual é o Papel do Coordenador Pedagógico? Eis a minha sugestão!

Sabe aquela interrupção na Programação da Globo quando tem uma notícia urgente? Imagina se de 3 em 3 minutos interrompessem a programação para dar uma notícia, pois é, seja bem vindo ao universo da coordenação pedagógica.

Os 12 maiores motivos de interrupções

Eu me dei ao trabalho de catalogar os 12 maiores motivos pelos quais o ser vivo coordenador pedagógico é interrompido.

  1. Alguém se machucou: já testemunhei desde pequenos cortes no dedo até deslocamentos na clavícula (é verdade, já vi). Chama quem? O Samu? O Superman? O Chapolin Colorado? Não! Chama a coordenadora.
  2. Um professor manda um aluno simpático e inocente pedir algum material para a coordenação: giz, papel sulfite, durex, papel crepom ou alicate de unha.
  3. Requisições gerais da Direção da escola (isso, na verdade, é uma poucas coisas que é da verdadeira rotina do coordenador)
  4. Atender vendedores, divulgadores e humoristas (isso, estou falando de mim).
  5. Pais e mães que chegam sem marcar hora.
  6. Pais e mães que marcam hora, mas chegam na hora errada.
  7. Substituir professores que faltaram.
  8. Ouvir reclamações dos professores que vieram a respeito dos professores que faltaram.
  9. Decorar e animar festas diversas.
  10. Apartar ou gerenciar conflitos verbais ou físicos entre alunos ou professores, independente do duelo aluno x professor, aluno x aluno, professor x professor
  11. Ter que ir fazer entrada e saída de alunos;
  12. Dar atenção especial para algum aluno ou aluna que não está se sentindo muito bem com a existência, por qualquer motivo, ou seja, fazer papel de terapeuta, coaching, guia espiritual, agira para mudar a vida de alguém para sempre.

Portanto qual é o Papel do Coordenador Pedagógico? Desde providenciar um Band-Aid até mudar a vida de alguém para sempre.

Acredito que você tenha mais uns 120 motivos para acrescentar a essa lista, mas 12 já é o suficiente para saber que dói.

Chego a suspeitar que é mais fácil cuidar do Brasil do que de uma rotina escolar.

A rotina de um coordenador me faz lembrar algo que o Homem de Ferro disse para o Homem Aranha no filme Homem Aranha: De Volta ao Lar.

O Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) precisa sair em viagem e deixa uma recomendação “bem simples” para o Homem Aranha (Tom Holland);

Não faça nada do que eu não faria e nem nada do que eu faria. Você tem uma margem muito pequena de atuação.

E é mais ou menos assim a vida de uma coordenadora ou coordenador, você tem que fazer tudo o que a direção quer, desde que agrade a equipe e os pais não reclamem, mesmo que isso signifique não fazer o que a direção quer.

Ninguém é insubstituível nesse mundo de Deus, mas quando a coordenadora falta, dá a impressão que a Terra sai um pouco do eixo, pelo menos naquele ambiente da escola.

Mais Funções que um Smartphone

Qual deveria ser a formação de um(a) coordenador(a) pedagógico(a)?

Pedagogia + Psicologia + Enfermagem + Teologia + Elétrica + Aux. de Escritório + Animação de Festa + Gerenciamento de Conflitos +,Gestão de Pessoas + Noções de Culinária Excel/Word/ Porwer Point.

Seria um bom começo!

Coordenador é que nem Smartphone. Assim como o Smartphone até faz ligação de vez em quando. O Coordenador também até coordena de vez em quando.

A Rotina do Coordenador é não ter Rotina. Chega mais cedo, vai embora mais tarde e almoça quando dá tempo. É tranquilo e favorável. Para mim as coordenadoras deveriam ser proibidas de dormir. Para render mais.

O nome diz: Coordenação Pedagógica. É aí que mora a crise existencial. O Coordenador, coordena a AÇÃO ou coordena a DOR?

Você sabe o que a pessoa deveria ganhar de presente quando assume a coordenação da escola? O Cinto do Batman e o Troféu Bom Bril de mil e uma utilidades.

Qual é o maior sonho das coordenadoras e dos coordenadores?: Que as pessoas esqueçam seus nomes.

A pessoa ouve tanto chamarem o nome dela ao longo do dia que ela começa ouvir o próprio nome na Brisa, Na Novela das 9 e nas séries da Netflix, mesmo que sejam alemãs.

Encosta sua cabecinha no meu ombro e chora

Eu sempre faço a seguinte reflexão: imagina que você é síndico de um prédio com 20 apartamentos, um prédio pequeno. Quantos moradores são necessários para transformar a vida do síndico em um inferno? Um, apenas um.

Em relação a pais e mães reclamando de algo, a grande realidade é: Não há nada que se possa fazer. Sempre vai haver alguém reclamando, algumas vezes com razão, outras sem razão e outras vezes perdendo a razão.

Uma escola com 100, 200, 300, mais de 500 alunos. É como se fossem 100, 200, 300 mais de 500 apartamentos. O risco de ter “um vizinho” chato é imenso.

(Aliás, se quiser saber como lidar com esses “vizinhos” leia outro artigo do meu blog: Como Lidar com Pessoas Difíceis?)

Por isso que eu insisto, o próximo presidente da República deveria ser alguém que já atuou na coordenação pedagógica.

Exposto os fatos, se você é coordenadora e coordenador e está lendo esse texto me perdoe se eu te causei algum mal estar, não era a minha intenção, pelo contrário.

Nesse momento do texto talvez você esteja se perguntando: será que vale a pena?

Muito antes de ler esse texto você já deve ter se perguntado alguma vez, será que vale a pena?

De ilusão também se vive

Uma vez vi uma cena que me deixou estupefato. Entrei na sala da coordenação e um objeto me chamou atenção: um Puff.

Isso, um Puff de dar uma deitada e uma relaxada, dar uma espairecida, alongar a coluna e as pernas.

Enquanto eu aguardava a coordenadora, eu fiquei contemplando o Puff, imaginando em que buraco do Tempo-Espaço essa pessoa deita no Puff?

Comecei a divagar…imagino que ela venha aqui no Domingo à tarde só para deitar no Puff e ouvir a escola em silêncio e ter uma satisfação interna…estou deitada em um Puff.

Quando finalmente ela chegou eu não me contive e perguntei: – Eu não pude deixar de reparar que você tem um Puff em sua sala, só uma pergunta, em que momento que você deita no Puff?

E ela me respondeu (cheguei a perceber lágrimas nos olhos): – Eu nunca deitei nesse Puff, está aí a mais de dois anos!

Apesar de eu me compadecer de seu sofrimento, confesso que o Universo se refez em mim e tudo voltou a ter mais sentido. Não seria possível a coordenadora sentar em um Puff. Não existe essa possibilidade.

Do ponto de vista de um observador atento e privilegiado eu percebo que é uma das profissões mais dinâmicas e gratificantes que existem (claro, para quem consegue ser grato por essa dinâmica). Não sofre de tédio.

Toda vez que eu conheço uma coordenadora ou coordenador recém promovido à função eu brinco: – Parabéns! Você vai ganhar um pouco mais, para trabalhar muito mais.

Qualquer semelhança com fatos, pessoas ou episódios da vida real não é mera coincidência.

Teste do Sucesso

Para concluir essa nossa conversa, quero deixar para você uma reflexão, um critério na verdade.

Como saber diante das turbulências dos comentários injustos, infelizes e cruéisse você está no rumo certo?

Qual critério está correto? Qual resultado que vale a pena? Qual esforço é recompensante?

Quero compartilhar com você algo que me auxilia em muito no meu trabalho. O Senso de Sucesso do Filósofo Americano Ralph Waldo Emerson. Gosto muito do parâmetro oferecido por ele.

Te ofereço como sugestão para você meditar a respeito do seu sucesso. Leia e releia quantas vezes for necessário e observe o que você se identifica e faz sentido para você.

tenha sinceridade com cada ponto apresentado por ele e faça uma auto avaliação de 0 a 10 de como você está em cada “matéria”.

É impossível tirar 10 em tudo, mas também é impossível tirar 0 em tudo.

Rir muito e com frequência; ganhar o respeito de pessoas inteligentes e o afeto das crianças; merecer a consideração de críticos honestos e suportar a traição de falsos amigos; apreciar a beleza, encontrar o melhor nos outros; deixar o mundo um pouco melhor, seja por uma sensível criança, um canteiro de jardim ou uma redimida condição social; saber que ao menos uma vida respirou mais fácil porque você viveu.

Isso é sucesso.

Ralph Waldo Emerson

Te desejo sucesso e acima de tudo Seja Feliz!