Smells Like Teen Spirit (Como lidar com Jovens?)

Tempo de leitura: 6 minutos

Quando eu era jovem de idade, me trancava no quarto e colocava  Smells Like Teen Spirit do Nirvana e fazia “um show”, na minha imaginação, para mais de 4 milhões de pessoas.

#quemnuncafezalgoparecido

Nesse artigo vou tentar abordar

  • um dos maiores inimigos na arte de lidar com jovens;
  • O passo a passo para lidar com jovens.

Você que está lendo esse artigo. Não sei exatamente quantos anos você tem. Não importa. Se você quiser sentir a vida pulsando em suas veias e injetar uma dose imediata de motivação.

Escute essa versão de Smeels Like Teen Spirit do Nirvana.

CLICA, OUÇA E RECOMECE BEM SEU DIA.

Se você estiver sozinho em um ambiente ou com fone de ouvido, aumente o som. Se estiver acompanhado e sem fones de ouvidos então abaixe o som.

Cheira a um espírito jovem

Imagina você em um quarto, preso com mil jovens, tocando Smells Like Teen Spirit do Nirvana.

Nem precisa imaginar mais. Insisto, se ainda não fez isso, faça isso agora.

CLICA, OUÇA ESTOU FALANDO SÉRIO

O que temos a aprender com isso?

Quem tem como ofício lidar com jovens, eu sou um deles, tive que lidar com mais de 200.000 nos últimos 3 anos apresentando o #verdades.inconvenientes. E continuo lidando.

E se você é um educador ou educadora as chances de ter de lidar com jovens também são grandes.

Enfim, quem tem que lidar com jovens precisa desenvolver algumas percepções, técnicas, sacadas e o que mais for necessário para ser bem sucedido.

O Primeiro Passo

O primeiro passo, ao meu ver, é lidar com o jovem dentro de mim. Algo dentro de mim ainda é aquele jovem que se trancava no quarto para cantar para “multidões”.

Não importa quantos anos você tenha, não faz tanto tempo assim que você foi jovem. No máximo, dos máximos, 99 anos.

Dá para recordar de quase tudo. E se não der para recordar, dá para lembrar, pelo menos, que nosso senso de prioridades e nosso conjunto de interesses era muito diferente do que é hoje.

É possível recordar.

Próximo Passo

Depois de lidar com o jovem dentro de si é hora de lidar com os jovens fora de si.

Quem quiser exercer alguma modalidade de autoridade sobre os jovens, deve, primeiro de tudo, reconhecer a autoridade deles.

Eu reconheço duas principalmente:

1ª Autoridade do Jovens – Eles estão em um número maior

Não sei se você já deu aula para 1000 alunos, mas eu, já fiz apresentação para 1000 jovens.

Mas não importa, que sejam 40, 30 ou 20. Quando você está em uma sala  de aula (no caso de educadores) eles estão em uma maior quantidade do que você.

Ou seja, se eles quiserem se juntar para te bater a chance de você apanhar será grande.

É uma autoridade a ser respeitada.

2ª Autoridade dos Jovens – Eles têm o poder de tirar você do sério

Imagina 1000, 40, 30 ou 20 seres preparados, equipados e dispostos, muitos na verdade, especializados em tirar adultos do sério.

Alguns, muitas vezes, até mentalizam isso antes de sair de casa: eu vou para a escola só para tirar aquela professora do sério.

É até uma espécie de Troféu se conseguirem tal êxito.

Uma dose contagiante de estupidez

O Próximo e definitivo passo para lidar com jovens, é aplicar uma dose contagiante de estupidez.

Tem um trecho da música Smell Like Teen Spirit que diz assim

I feel stupid, and contagious (…)

Traduzindo: Eu me sinto estúpido e contagioso.

Um sentimento bem comum quando se é jovem. Eu que sofri com baixa auto estima sei bem o que é isso.

Mas ao mesmo tempo, quando somos jovens amamos “estupidezas contagiantes“.

Insisto se ainda não ouviu, ouça.

CLICA, ÚLTIMA CHANCE

O que temos a aprender na arte de lidar com jovens com essa execução?

Jovens anseiam por Sinergia.

Todos nós ansiamos por Sinergia.

Ansiamos por uma experiência que nos sintamos conectados uns com os outros e nos sintamos parte de algo muito maior do que nós mesmos.

Mais do que isso. Nos sintamos contribuindo para esse Algo Maior do que nós mesmos, nos sentimos úteis, para manter esse Algo Maior vivo. Vivo dentro de cada um de nós.

Sexo, Drogas e Rock and Roll

Sexo

Se não fosse por uma experiência sinérgica específica entre meu pai e minha mãe, eu não estaria aqui escrevendo esse texto.

Se não fosse por uma experiência sinérgica parecida entre o seu pai e a sua mãe, você não estaria lendo esse texto.

É natural que jovens anseiam se “conectar” nesse sentido, se é que você me entende.

Os hormônios anseiam por isso. É o fluxo da vida. Não é difícil de compreender. Por isso que dá trabalho orientar e disciplinar esse fluxo. Torná-lo saudável.

Drogas

Nessa busca por se conectar com algo maior, os jovens são seduzidos mais facilmente por experiências com substâncias que lhe proporcionem quase que imediatamente isso.

Mas na medida que libertam eles do tédio, aprisionam eles em um vício.

Por um outro lado, jovens de todas as idades, de 0 a 99 anos são muitas vezes vítimas de uma droga silenciosa, discreta e venenosa.

Talvez não tão avassaladora quanto substâncias químicas, mas que tem o poder de obstruir sonhos, anseios e iniciativas de uma vida melhor.

Essa droga chama-se: Inércia.

A inércia é a má administração da rotina. Colocar nossos fluxos de pensamentos e sentimentos em um estado de tanto faz como tanto fez.

A inércia mata o jovem dentro da gente que se trancava dentro do quarto para se libertar.

A inércia deveria ser proibida por lei.

Na arte de lidar com Jovens, há que se combater a inércia.

Rock and Roll

Não sei quais são os seus gostos e preferências.

Nirvana ou Beethoven. Elvis Presley ou Elis Regina. The Beatles ou Roling Stones. Bolero de Ravel ou Legião Urbana. Led Zeppelin ou  João Gilberto. Tom Jobim ou U2. Legião Urbana ou Luiz Gonzaga, não importa.

Aplique uma dose contagiante de estupidez em você hoje mesmo e não permita que a Inércia domine seus pensamentos e sentimentos.

Nenhum jovem merece isso, o jovem dentro de você não merece isso, a vida não merece isso.

Felicidade para todos!

Estamos todos construindo uma escada para o paraíso.

CLIQUE E RECOMECE BEM SEU DIA.